Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto

RedeMoinho Empreendimento de Economia Solidária

COMUNICADO
 
Estimado consumidor/parceiro, estamos realizando uma restruturação do nosso empreendimento e temporalmente estão canceladas as atividades programadas para os dias Sábados (Entregas de pedidos, entregas em domicilio e a nossa Feirinha). 
 Assim também estamos nos mudando para o bairro Garcia e as atividades de LOJA SERÃO CANCELADAS. 
Ainda assim, pode encontrar a Redemoinho nas Feira Agroecológica da UFBA (toda 6ta feira, campus Ondina, a partir das 7 até 13 hs na frente do Restaurante Universitário)  e na Feira do Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitoria, 5tas feiras das 14 as 18 hs). 
Por favor entra em contato conosco via e-mail ou telefonicamente. 
Agradecemos a todos a compreensão e esperamos em breve estar de volta com todas as nossas atividades. 

A gente se vê na feira!
 
 
Tela cheia Sugerir um artigo

Conheça mais sobre o que é o Comércio Justo e Solidário!

29 de Abril de 2011, 21:00 , por Diogo Ferreira de Almeida Rêgo - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
A RedeMoinho se orgulha de praticar o Comércio Justo e Solidário. Abaixo seguem algumas informações sobre o que é esta nova forma de fazer comércio. Entende-se por comércio justo e solidário“o fluxo comercial diferenciado, baseado no cumprimento de critérios de justiça e solidariedade nas relações comerciais que resulte no protagonismo dos Empreendimentos Econômicos e Solidários (EES) por meio da participação ativa e do reconhecimento da sua autonomia”.

Objetivos do Comércio Justo e Solidário

29 de Abril de 2011, 21:00, por Diogo Ferreira de Almeida Rêgo - 0sem comentários ainda
  • Promover o desenvolvimento sustentável, a justiça social, a soberania, e a segurança alimentar e nutricional;

  • Garantir os direitos dos (das) produtores (ras) e consumidores (ras) nas relações comerciais;

  • Fortalecer a cooperação entre produtores –comerciantes- consumidores e suas respectivas organizações para aumentar a viabilidade, reduzindo riscos e dependências econômicas;

  • Promover a autogestão; equidade de gênero, étnica e de gerações;

  • Garantir a remuneração justa do trabalho,

  • A valorização preservação do meio ambiente, com ênfase na produção de produtos de base agroecológica e das atividades do extrativismo sustentável



Características do Comércio Justo e Solidário

29 de Abril de 2011, 21:00, por Diogo Ferreira de Almeida Rêgo - 0sem comentários ainda
  • A existência de relações comerciais mais justas, solidárias, duradouras e transparentes;

  • A co-responsabilidade nas relações comerciais entre os diversos participantes na produção, comercialização e consumo;

  • A valorização nas relações comerciais, da diversidade étnica e cultural e do conhecimento das comunidades tradicionais.

  • A transparência nas relações comerciais, na composição dos preços praticados e na elaboração dos produtos, garantindo acesso a informação acerca dos produtos, processos, e organizações que participam do CJS.

 



Sistema Brasileiro de Comércio Justo e Solidário já está em vigor!

29 de Abril de 2011, 21:00, por Diogo Ferreira de Almeida Rêgo - 0sem comentários ainda

Em novembro de 2010 foi decretado pelo presidente Lula o Sistema Brasileiro de Comércio Justo e Solidário (SBCJS). Uma grande vitória para a Economia Solidária em nosso país.

Veja a notícia completa sobre este sistema e o ato de assinatura clicando aqui.

Saiba mais sobre o Sistema clicando aqui.